Charles LECLERC VENCE Grande Prêmio da ITÁLIA
Por Sérgio Siverly em 08/09/2019, às 11h49

remove_red_eye  2383
Monegasco teve uma corrida de gigante segurando a pressão de Lewis Hamilton durante boa parte da prova.
Charles Leclerc venceu o Grande Prêmio da Itália entregando a primeira vitória da Scuderia Ferrari em casa desde Fernando Alonso em 2010. O clima antes da largada foi o melhor possível com as arquibancadas cheias e os aviões formando a bandeira da Itália em voo rasante pela reta principal. Na largada, Charles Leclerc manteve a liderança, enquanto Sebastian Vettel foi ultrapassado pela Renault de Nico Hulkenberg. No fim do grid, Max Verstappen se envolveu em um toque com Sergio Pérez e avariou a sua asa dianteira. O holandês teve que ir ao boxes trocar a sua asa. Carlos Sainz e Alex Albon tiveram uma boa disputa que acabou com o tailandês saindo da pista na 1ª de Lesmo e perdeu várias posições voltando atrás da Haas de Kevin Magnussen. Na volta 5, Daniel Ricciardo ultrapassou Nico Hulkenberg para assumir a 5ª posição. Na volta 7, Sebastian Vettel cometeu um erro na Variante Ascari e voltou a pista de forma perigosa, jogando a Racing Point de Lance Stroll para fora da pista. Stroll, fez o mesmo, voltando de forma perigosa e forçando a Toro Rosso de Pierre Gasly para a caixa de brita na saída da Ascari. Outro piloto que cometeu um erro na famosa chicane de alta velocidade foi Romain Grosjean, mas o francês conseguiu segurar sua Haas e evitou maiores problemas. Logo após, Albon conseguiu ultrapassar Magnussen na Variante dela Roggia. Na volta 12 foi anunciado que Sebastian Vettel teria que pagar um “Stop and Go” ficando 10 segundos parados nos boxes por voltar de forma insegura na pista.
O tetracampeão pagou a punição na volta 13. Na volta 15, foi a vez de Lance Stroll ser punido com o mesmo “Stop and Go” por também volta à pista de forma insegura. Na volta 18, Albon foi punido com 5 segundos de tempo adicional em seu tempo de prova por sair da pista e ganhar vantagem. Na volta 20, a Mercedes parou Lewis Hamilton que voltou com pneus médios, enquanto Leclerc reclamava que seus pneus traseiros estavam acabados. O undercut estava em andamento. Leclerc parou para colocar pneus duros logo em seguida e voltou com pouca distância à frente do britânico. À partir daí, tivemos uma disputa de tirar o fôlego envolvendo Hamilton, Leclerc e Hulkenberg. Até que Hamilton tentou ultrapassar o monegasco na Variante dela Roggia, Leclerc fechou a porta e Hamilton foi obrigado a cortar a chicane. O piloto da Ferrari recebeu a bandeira preta e branca pelo movimento de defesa. Na volta 25, os dois ultrapassaram Daniel Ricciardo. Na volta 27, Alex Albon parou para troca de pneus e aproveitou para pagar sua punição. Na volta seguinte, Valtteri Bottas parou e colocou pneus médios novos voltando em 4°, atrás de Daniel Ricciardo. Nessa mesma volta, Carlos Sainz teve um problema com sua roda dianteira direita após o pit stop e foi obrigado a abandonar engatilhando um breve período de VSC. Quando o VSC acabou, Hamilton se aproximou de Leclerc devido a dificuldade de aquecimento dos pneus mais duros da Ferrari. Logo depois, a Toro Rosso de Daniil Kvyat abandonou logo após a Variante del Rettifilio com um problema mecânico. Tivemos um novo VSC que ajudou na parada de Daniel Ricciardo.
Na volta 33, Charles Leclerc e Lewis Hamilton colocaram uma volta em Sebastian Vettel. A disputa entre Hamilton e Leclerc foi incrível. Na volta 35, o monegasco cometeu um erro na curva 1 e teve que cortar a chicane, Hamilton se aproximou muito, mas não conseguiu fazer a ultrapassagem. Com a disputa na frente, Valtteri Bottas começou a fazer voltas rápidas com seus pneus mais novos e aproximava-se com facilidade. Na volta 42, Hamilton cometeu um erro a travar os pneus na curva 1 e teve que cortar a chicane pela área dos cones, com isso, perdeu a segunda posição para o companheiro de equipe. Com três voltas para o final, Hamilton parou para colocar pneus macios e buscar o ponto pela volta mais rápida. Na volta 50, Leclerc cometeu um pequeno erro na Variante dela Roggia e Bottas o ultrapassou, mas o finlandês cometeu um erro na curva 1 ao frear na turbulência da Ferrari. No final, Charles Leclerc venceu sua primeira corrida em Monza com a Ferrari, seguido de Valtteri Bottas, Lewis Hamilton, Daniel Ricciardo, Nico Hulkenberg, Alex Albon, Sergio Pérez, Max Verstappen, Antonio Giovinazzi e Lando Norris.

O menino que ficava em frente da TV com um prato fingindo ser um piloto de F1 nos anos 1990 e o cabeça de gasolina por trás do BOTECO F1.

Vídeos relacionados
Desenvolvido por
Contém Tecnologia