Alfa Romeo finalmente se livra de bico largo em 2021
O C41 da Alfa Romeo finalmente traz um design mais atualizado para esta temporada.
Por Sérgio Siverly em 22/02, às 09h29

Um novo bico mais fino é a mudança mais significativa no novo C41 da Alfa Romeo apresentado hoje em Varsóvia.

O diretor técnico, Jan Monchaux, confirmou que a equipe usou seus tokens para se afastar do bico mais largo visto no carro do ano passado.

As restrições de design foram introduzidas como uma medida de controle de gastos devido ao início atrasado do campeonato do ano passado após o surto da Covid-19.



🗣“O C41 compartilha muitas partes comuns com o C39, simplesmente por causa dos regulamentos resultantes da pandemia. O desenvolvimento de algumas peças teve que ser congelado - por exemplo, tivemos que continuar com o mesmo chassis, caixa de câmbio e muitos outros elementos como o sistema de refrigeração”, disse Monchaux.

🗣“O regulamento permite investir os chamados tokens de desenvolvimento para realizar mudanças e optamos por usá-los no bico. É uma situação muito inusitada na F1 não poder construir um carro totalmente novo para a nova temporada, mas faz sentido nestas circunstâncias e com o objetivo de manter os custos sob controle”.

🗣“Os testes no Bahrein serão agitados. Espero que cada equipe coloque o máximo de quilometragem possível na tentativa de alcançar todos os seus objetivos. Um dos elementos-chave dos testes serão os novos pneus que pudemos testar algumas vezes no ano passado, por isso vamos ter muito trabalho a fazer nesta área”.



🗣”Claro, temos uma janela muito reduzida, apenas três dias neste ano, então espero que as atividades sejam muito mais corridas do que nos anos anteriores. Um elemento crucial é que, desde o início, você sabe com certeza o que seus pilotos gostam e o que não gostam. O carro de 2021 é um desenvolvimento muito próximo do ano passado e, sabendo o que Kimi e Antonio querem, fomos capazes de nos concentrar em mitigar os aspectos que eles não gostavam”.

🗣“Se tivéssemos um piloto completamente novo, talvez com um estilo de direção completamente novo, isso nos representaria um desafio adicional - especialmente em uma temporada com tempo de teste extremamente limitado. A estabilidade nos pilotos definitivamente ajuda nossos engenheiros a se concentrarem em dar a eles as ferramentas para ter confiança ao volante e extrair o máximo do carro”.

Sérgio Siverly
O menino que ficava em frente da TV com um prato fingindo ser um piloto de F1 nos anos 1990 e o cabeça de gasolina por trás do BOTECO F1.

BOTECO F1
Todos os direitos reservados
2021