Wolff confirma que não existe "cláusula Verstappen" em contrato de Hamilton
CEO e diretor da Mercedes F1 confirmou que não existe uma cláusula em contrato de Hamilton que impeça contratação de outro piloto "alfa" pela equipe.
Por Sérgio Siverly em 09/02, às 09h32

O diretor e CEO do time da Mercedes na F1, Toto Wolff, explicou porque Lewis Hamilton estendeu seu contrato por apenas uma temporada.

Wolff também rejeitou alegações de que Hamilton exigiu poder de veto sobre quem pode ser seu companheiro de equipe - referido por alguns como uma 'cláusula Verstappen' - e que o heptacampeão exigiu uma parte dos ganhos da equipe na F1 por causa da atenção que traz para o esporte.

🗣“Em primeiro lugar, há uma mudança substancial nos regulamentos em 2022. Também queremos ver como o mundo se desenvolve, assim como a empresa. Como mantivemos até muito tarde, queríamos discutir o contrato no final da temporada entre as corridas do Bahrein, mas Lewis obviamente não se sentiu bem - o piloto contraiu Covid-19 no fim do ano passado - No final, começamos a conversa de negociação pouco antes do Natal”, disse Wolff.



🗣“Era importante fazer isso o mais rápido possível e a esse respeito, pensamos em adiar a conversa sobre 2022 para uma fase posterior em 2021. Existem incertezas no mundo que afetam a forma como o esporte pode operar e que influenciam nossa receita, o dinheiro da TV, a receita de patrocínios”.

🗣“A Daimler e a Mercedes estão em uma grande transformação para a mobilidade elétrica e isso significa investimentos. Portanto, vivemos uma realidade financeira muito diferente daquela de alguns anos atrás, mas devo dizer que estamos totalmente alinhados, tanto o Lewis quanto eu e o grupo mais amplo da Mercedes”.

🗣”Portanto, nunca houve qualquer discrepância de opinião. Achamos que tínhamos que assinar o contrato de 2021 porque precisamos seguir em frente e encontrar algum tempo durante 2021 para discutir o futuro”.



🗣“E não é apenas especificamente para 2022, mas também além, e isso não é algo que queríamos conquistar por meio de videoconferência entre o Natal e o final de janeiro.”

🗣“Sobre as cláusulas específicas divulgadas na mídia, não sei de onde veio, porque nada disso é verdade. Li sobre isso, achei uma perspectiva interessante, mas a verdade é que não houve um segundo de discussão sobre qualquer cláusula específica do piloto. Ele nunca pediu isso nos últimos oito anos e é uma decisão da equipe”.

🗣“A outra cláusula sobre a divisão da receita...Esse boato também era infundado, então nada disso jamais fez parte de nossas discussões.”

BOTECO F1
Todos os direitos reservados
2021