FERRARI está preparando NOVO MOTOR para 2021
Diretor da Scuderia, Mattia Binotto, disse que os testes no dinamômetro em Maranello são encorajadores.
Por Sérgio Siverly em 06/11, às 13h53

A Ferrari esteve envolvida em uma grande polêmica entre meados do ano passado e início deste ano por causa da possível ilegalidade de seu motor.

Em 2019, a Red Bull Racing enviou um pedido de esclarecimento das regras da categoria para a Federação Internacional do Automobilismo por causa de uma possível irregularidade no medidor do fluxo de combustível do carro da Scuderia.

Antes do Grande Prêmio dos Estados Unidos, a FIA publicou uma diretiva técnica acerca das dúvidas da Red Bull Racing e consequentemente, os carros da Scuderia Ferrari perderam velocidade nas retas.



No início deste ano, no último dia de testes da F1 em Barcelona, já no final da tarde, a entidade reguladora da categoria publicou uma carta dizendo que a Ferrari iria ajudá-la a criar formas de melhorar o seu controle acerca das unidades de potência, isso sem informar se o motor do time italiano realmente estava irregular.

A publicação tardia e sem maiores informações causou revolta em muitos fãs e chefes de equipe, mas gerou um efeito real: O motor Ferrari é atualmente o mais fraco do pelotão. Por causa disso, o diretor do time de Maranello, Mattia Binotto, disse que eles estão trabalhando em uma unidade de potência completamente nova para 2021 e revelou para o site oficial da F1, o F1.com, que os sinais dos testes no dinamômetro são encorajadores.

🗣”Não temos o melhor motor, no momento, e acredito que no próximo ano, teremos uma unidade de potência completamente nova, dentro do regulamento. Na Ferrari, nós estamos investindo muito no desenvolvimento da unidade de potência para 2021 e 2022”.



🗣”O motor atualmente está no dinamômetro e acredito que o retorno, em termos de desempenho e confiabilidade, são promissores”.

À partir do ano que vem, os times terão um limite na quantidade de testes que podem fazer com a unidade de potência no dinamômetro em sua fábricas, mas Binotto acredita que por causa das restrições, a Ferrari pode ser criativa com o seu tempo.

🗣”Temos restrições no dinamômetro (para 2021) e depende de nós sermos eficientes na forma como estamos planejando todos os testes no dinamômetro e até sermos criativos em nossa abordagem nos testes”.

🗣”Mas acredito que mesmo se tivermos limitações nas operações, ainda teremos espaço para melhorias e acredito que, com o que podemos ver hoje, estou feliz com os resultados”.

Sérgio Siverly
O menino que ficava em frente da TV com um prato fingindo ser um piloto de F1 nos anos 1990 e o cabeça de gasolina por trás do BOTECO F1.

BOTECO F1
Todos os direitos reservados
2020