MERCEDES não quer QUEIMAR George RUSSELL
Por Sérgio Siverly em 06/08/2019, às 18h35

remove_red_eye  1731
Toto Wolff disse que o jovem britânico ainda está em fase de aprendizagem.
O diretor da Mercedes, Toto Wolff, disse que a equipe irá exercitar a paciência com George Russell ao invés de arriscar queimá-lo com uma promoção para o time principal. 🗣“Não acho que você tem a possibilidade de aprender numa Mercedes porque você está num carro que é capaz de vencer corridas e campeonatos num ambiente com muita pressão.” Disse Wolff. 🗣“Eu acho que pode ser algo terrivelmente ruim para um jovem piloto que tem o talento para ser campeão mundial ser jogado num ambiente ao lado do melhor piloto de sua geração e que está com a gente por sete anos.”
🗣“Não quero queimar o George. Acho que seria cedo demais promovê-lo agora e gosto de respeitar todos os contratos que assinamos. Sabíamos que ele iria para a Williams e é lá que ele vai aprender.” Wolff comparou a situação de Russell com os primeiros anos de Max Verstappen com a Toro Rosso e Red Bull, onde o holandês tinha janela para aprender cometendo erros. 🗣“O Max Verstappen teve o ambiente da Toro Rosso para aprender e cometer erros. Até na Red Bull, ele teve espaço para cometer erros. É impressionante ver a sua progressão em todos os aspectos.” 🗣“Ele não fala nada de ruim sobre a Honda, sobre o seu time, apenas expressa elogios e interesse. Esse é o comportamento certo de um piloto e mesmo sendo extremamente talentoso, precisou de um ambiente para aprender e lapidar suas forças com a Red Bull e Toro Rosso.”

O menino que ficava em frente da TV com um prato fingindo ser um piloto de F1 nos anos 1990 e o cabeça de gasolina por trás do BOTECO F1.

Vídeos relacionados
Desenvolvido por
Contém Tecnologia