MERCEDES VOAM no 1° treino livre do CANADÁ
Por Sérgio Siverly em 07/06/2019, às 13h05

remove_red_eye  862
Lewis Hamilton e Valtteri Bottas comandaram o pelotão nessa manhã em Montreal.
A Mercedes preocupou o resto do pelotão após o primeiro treino livre para o Grande Prêmio do Canadá, sendo quase 1 segundo mais rápida do que o próximo carro. Numa pista bem empoeirada por causa das construções recentes no circuito, Hamilton marcou o melhor tempo de 1:12.767 com pneus médios na segunda parte da sessão. O seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas, foi apenas um décimo mais lento, mas teve que abandonar a sua última tentativa por causa de uma falha na pressão do combustível em sua nova unidade de potência. Charles Leclerc foi o piloto mais próximo das Mercedes, mas cerca de 0.953 segundos mais lento. Max Verstappen foi o outro piloto a conseguir andar no mesmo segundo de Hamilton. Para se ter uma ideia da vantagem da Mercedes, mas da competitividade do pelotão intermediário, Pierre Gasly ficou com os mesmos nove décimos de distância de Verstappen, mas apenas em 13°. Vários pilotos tiveram problemas com a pista suja, incluindo Sebastian Vettel que rodou na curva 10. Antonio Giovinazzi rodou na curva 9 e causou um Virtual Safety Car quando seu C38 bateu no muro e precisou ser resgatado. Romain Grosjean também perdeu o controle de sua Haas na curva 4, mas sem maiores problemas.

O menino que ficava em frente da TV com um prato fingindo ser um piloto de F1 nos anos 1990 e o cabeça de gasolina por trás do BOTECO F1.

Vídeos relacionados
Desenvolvido por
Contém Tecnologia